20 / Jul2012

Desfile para comemorar a abertura da gigante da Louis Vuitton em Xangai + comentários

Uma reprodução exata da apresentação que aconteceu na Semana pret-a-porter de março em Paris, o cenário de uma estação de trem! O mesmo carro foi transportado por dois continentes pela ferrovia Trans-Siberiana. O site The Selby documentou toda a jornada. Marc Jacobs estava com uma delicada expressão diferente – poderiam ser os cabelos brancos? – e Antoine Arnault sem a namorada Natalia Vodianova.

A China hoje, de acordo com executivos das marcas internacionais, representa  um montante de 35% a 50% das vendas do globo, e uma amiga, que acaba de chegar de lá, me contou que apesar dos preços praticados serem bem mais altos, o mix é repleto de peças exclusivas e é super  extenso. As chinesas adoram as peças exuberantes e exageradas, e em cada esquina pode-se encontrar uma Chanel, uma Prada, uma Vuitton… Apesar da falta de espaço nas moradias, as lojas são exageradamente imensas e esta nova location da Louis Vuitton é a maior de todas no país.

Ps: a tendência mundial são as megalojas! Mesmo aqui no Brasil, as grandes marcas querem big locations. É enorme a competição por bons espaços e esquinas – elas são disputadas a tapas.

Fotos: reprodução

 

 

corporeumversace2 thumb (8) attelage_h_bracelet_gm_arge_463522997_north_545x

Comente!