09 / Fev2009

Moda na TV.

Gosto muito do site do Marco Sabino, e esta é a primeira vez que coloco no blog um texto escrito por outro jornalista. Isto, porque em parte concordo com sua opinião (apesar de gostar bastante da dinamica do GNT Fashion), mas tenho algo a acrescentar.  O post – que está abaixo -fala sobre os programas de moda da TV brasileira. Mas antes disto, vamos à minha análise:

Bem… já que é para falar, gostaria de citar ( acho que ele deve ter se esquecido…) do canal Fashion TV Brasil, que foi lançado há pouquíssimo tempo. Parte da programação tem um conteúdo fraco, repetitivo, usam muitos adjetivos e pouca informação real.  No off das imagens de um programa chamado GLAM, circula uma sequencia de palavras que abomino: NO MUNDO FASHION, INSPIRAÇÃO FASHION, todo o texto é MUITO FASHION… É ver para crer. Ah !!! Tem um programa do canal que eu gosto: chama-se ON TOP.

A novidade boa é que a editora de moda da Vogue Brasil, Maria Prata, vai passar a coordenar a linha editorial do canal e tenho certeza que ela fará um excelente trabalho.

Por Marco Sabino.

“Assisti ontem, sábado, a uma edição do programa + MODA na TV Record.
Para falar a verdade, eu não tinha conhecimento do programa, mas um e-mail comunicando o que aconteceria na edição me chamou a atenção e eu resolvi conferir.

Escrevi até um post sobre o modelo/ator Daniel Aguiar que seria o convidado do quadro + ELES na edição de ontem.

Eu imagino o esforço que seja para se colocar um programa no ar e fazer críticas gratuitamente não me interessam, mas o programa precisa melhorar ainda e muito.

Não sei qual é o tipo de audiência que o programa tenta focar, mas há quadros chatinhos e demorados.

O da menina sorteada para assistir ao desfile da Márcia Ganem, por exemplo, demorou demais e deveria ter uma abordagem mais sólida e atraente. Ficar no maravilhoso, adoro, que emoção, é bem chato.

Marcelle Bittar conduziu com uma dose de naturalidade os quadros que apresentou e até a Miss Brasil, Natália Guimarães, se esforçou na simpatia, mas ainda falta, se o programa deseja atingir um público mais informado.

Se for para aproveitar a onda pop da moda, até vai.

Ainda não temos no Brasil programas de moda que hipnotizem e que consigam passar a magia que o universo da moda pode render.

Nos anos 80, Cristina Franco conseguia com pouquíssimos minutos no ar prender a atenção de muita gente na TV Globo. O tempo era escasso, mas a informação era rápida, concisa e eficaz. E as imagens eram muito boas.

O GNT Fashion na época da Betty Lago abusava da paciência com aquela câmera rodando enlouquecida e a modelo/atriz esticando as sílabas em seu inglês.

O GNT Fashion de hoje é correto, eu diria, mas não emociona. Não prende a atenção e nem traz o que poderia trazer, baseado em todo apoio que parecem ter.

Eu me lembro que em 1999/2000, eu não perdia o FASHION FILE com Tim Blanks, hoje no Style.com

Era um programa curto, dinâmico, com muita informação e muito visual de moda.

Vamos aguardar o que pode aparecer ainda pelo Brasil, porque a cena televisiva de moda ainda é fraca. “

 

495364981 mk

Comente!